Dia Nacional do Fusca Curitiba 2019

O VW Fusca é um dos carros mais vendidos do mundo, com exatas 
21.529.464 unidades fabricadas em diversos países, por isso não é incomum encontrar um exemplar ainda na ativa pelas ruas da maioria das cidades. Mas além dos proprietários que utilizam o carro diariamente simplesmente como um meio de transporte, também existe uma verdadeira legião de fãs do besouro, como o pequeno carro da VW é carinhosamente chamado devido a seu design peculiar. São entusiastas, colecionadores e profissionais que se dedicam ao modesto carro equipado com o clássico motor VW refrigerado a ar. 

A SPA Turbo esteve presente na edição 2019 do evento realizado anualmente em Curitiba em comemoração ao Dia Nacional do Fusca, comemorado todo dia 20 de janeiro de cada ano, data que marca o início da produção do Fusca no país. O encontro reuniu mais de 1000 exemplares nos dois dias de evento, com estilos para todos os gostos. Confira um pouco dos carros presentes:

Fusca AP 8V mais rápido do Brasil

Durante a 2ª edição do Volks Meet & Drag Racing (saiba mais sobre o evento clicando AQUI), em meio a vários Fuscas e derivados com motor VW AP que competiam pela categoria Força Livre Street, destinada a carros com motor que não fossem o VW boxer refrigerado a ar e sem alívio de peso na carroceria, um Fusca se destacou. O besouro preto do piloto Max Santos, da equipe Elite Motorsports, equipado com motor AP 2.0 8V e cabeçote SPA X-Flow, percorreu os 201 metros da reta do Race Valley em apenas 6s1, sangrando-se o Fusca AP 8V montado mais rápido do Brasil, isso após ter competido e vencido no Drag Race em Interlagos na noite anterior, comprovando não só a potência, mas também a regularidade do conjunto. Confira algumas imagens do carro carro na pista:

18157961_804128063068838_5024120138180038904_n

0165

205-20170501091913

0289 (1)

0346

364-20170501092418

0481

 

Saiba mais sobre o cabeçote SPA X-Flow clicando AQUI.

Cold Hard Art: Transformando peças em arte

Para nós, amantes de motores a combustão interna, algumas peças são verdadeiras obras de arte da engenharia. O norte americano Tom Michael Patsis levou isso muito a sério quando resolveu sair de seu emprego, onde era mecânico há 6 anos da equipe de Don Schumacher Racing, uma das melhores equipes de arrancada do mundo. Junto de sua esposa, Tom criou a Cold Hard Art e as matérias-primas para sua arte são peças de motores de carros e motos. Com isso ele constrói troféus, miniaturas, vasos de flores, portas-canetas e até réplicas de monumentos históricos. Confira essa seleção que fizemos mostrando um pouco do belo trabalho de Tom:

13879298_10153799103681149_6134898877092577711_n

1381861_10207083795766541_7625578301554923193_n 1914917_10207212690628832_3263378173198879142_n 1928856_10207078230387410_1966142986630058599_n

11224409_10206859972411097_9184338784135652307_n

12193661_10206811168231023_1733754248924353684_n 12227820_10206850547775487_7838513900370539605_n 12274722_10206864301959333_2074469516390501704_n

12301755_10206969115019594_3348112110535971286_n

12316474_10207007244012795_5131193979122719969_n

12347713_10207016578966163_9064666852067946296_n

12366372_10207045254803041_171115820528558218_n 12495166_10207223711144338_8157494131391728798_n

12644830_10207314605456639_1702922500170437911_n

12654563_10207346347730176_3202428760691349581_n

12715511_10207396638307409_5430982722419429283_n

12745938_10207383971230740_4995437357317984834_n

13585014_10153752173971149_3948335879234355975_o

13599992_10153752183026149_4813105422482991217_n

13603442_10153752183981149_3400862638092362460_o

13612257_10153752183761149_8929671833307261303_n

13627166_10153760378371149_5584548975271384073_n

13645190_10153792261921149_2595879783478000641_n

13680792_10153760509031149_6908418592559356110_n

13718747_10153772368696149_8658343197666144972_n

13754130_10153776236351149_6392302651000970867_n

13782009_10153785464766149_4911959098417491345_n
13895081_10153800771051149_8457416832569389079_n

13900217_10153800777131149_7012912386530178188_n

Conheça mais o trabalho da Cold Hard Art: https://www.facebook.com/cold.hard.art

Corrida maluca século XXI

Já pensou se alguns dos clássicos desenhos que conhecemos e curtimos tivessem sido criados hoje, com toda a tecnologia de criação disponível atualmente? Preservando os traços básicos e toda a ideia por trás da criação original e somente modernizando as linhas e atualizando alguns elementos estéticos para compatibilizar com o século XXI, essa é a proposta do Vice Presidente Sênior – Editor Executivo do Universo DC Comics Dan DiDio. Acompanhe algumas imagens desse projeto, em especial do desenho “Corrida Maluca” na versão moderna, inspirada em Mad Max e que promete dar origem a muitos conteúdos interessantes:

autos_locos (1)

mick_cassidy Flintstones-promo-600x392

Future-Quest-promo02-600x911
scooby-doo-jim-lee.0.0 scooby-doo-jim-lee.0

Morre aos 89 anos, George Barris, o criador do Batmóvel

“Lamento ter que postar que meu pai, o lendário rei do carro customizado George Barris, se mudou para a grande garagem no céu”. Essa frase, postada no Facebook por Brett, filho de Barris, anuncia a morte aos 89 anos do homem que era conhecido como “Rei dos customizadores”.

maxresdefault (1)

Somente pelo nome você pode não se recordar dos feitos de Barris, mas com certeza já viu ou ouviu falar do “Batmóvel”, o carro do Homem Morcego. Pois George e sua equipe criaram o primeiro “Batmóvel” em apenas duas semanas com base em um Lincoln Futura. Além desse, Barris também criou a “Super Máquina”, do seriado Knight Rider, além dos carros para os seriados “Os monstros” e “A Família Buscapé”, entre outros grandes sucessos, alguns de séries e filmes não muito conhecidos no Brasil.

GeorgeBarrisBatmobile

07

DSC07698 2013 12 03.640
Barris e seu irmão, Sam Barris, fundaram em 1945 na cidade de Los Angeles, a Barris Kustom Industries, que segue em atividade até hoje. Inclusive, no ano de 1936 George utilizou pela primeira vez a letra “K” para escrever a palavra custom, que acabou sendo adotada por muitos para designar carros e motos personalizados.

Conheça mais sobre a história de George Barris em seu site oficial: www.barris.com/

Toyota apresenta carro movido a lixo

O dia 21 de outubro de 2015 marca a data onde o então adolescente Marty McFly, interpretado por Michael J. Fox e o Dr. Emmett Brown, interpretado por Christopher Lloyd, chegaram ao futuro na cidade de Hill Valley no Filme de Volta para o Futuro. Muitas das coisas vistas no futuro imaginado pelo diretor Robert Zemeckis não viraram realidade, como por exemplo, os carros e skates voadores, robôs frentistas, entre outras coisas. Mas uma dessas previsões, que era de carros movidos a lixo, pode virar realidade com a apresentação do Toyota Mirai.

20151015-back2015

O Mirai, que em japonês significa futuro, possui uma célula de combustível que combina hidrogênio obtido do lixo com oxigênio, gerando água e eletricidade. Armazenada em uma bateria, a eletricidade faz o carro rodar até 480km com um tanque de hidrogênio. O reabastecimento é feito em apenas 5 minutos, e ao invés de fumaça o escapamento solta apenas vapor d’água.

2016_Toyota_Mirai

2-large

Assista o vídeo produzido pela Toyota que contou com a participação dos atores originais da série e mostra o Mirai como substituto do DeLorean.

Se essa tecnologia se tornará popular ainda não sabemos, mas a Toyota mostrou que Robert Zemeckis não estava tão errado assim.

Como funciona um kit turbo?

Um pouco da história do Turbocompressor

A conversão de motores originais de fábrica para motores turbinados é, hoje, uma das mais procuradas preparações de motor para veículos de rua. A principal razão disso é o fato de que essa conversão tem o melhor custo – beneficio se comparada a outros tipos de preparação, por isso a procura vem aumentando dia a dia.

KTF08PT3

Tudo começou em 1905. Observando algumas regras básicas da dinâmica gasosa, o Dr. Alfred J. Buchia, na Suiça, desenvolveu os primeiros estudos sobre o turbocompressor.

Mas somente de 1909 a 1912 surgiram no mundo os primeiros motores equipados com turbo. Existem registros indicativos de que em 1910, numa corrida realizada na Flórida, o vencedor foi um carro de passeio de 6 cilindros, cujo motor era equipado com um supercompressor. Porém os estudos do Dr. Buchia, considerados muito avançados para a época, ficaram em compasso de espera por 18 anos.

Nas décadas de 30 e 40, as pesquisas do Dr. Buchia foram retomadas e passaram a ser aperfeiçoadas, pois existiam muitos problemas a serem solucionados. O objetivo era fazer com que a produção de turbocompressores passasse a ter economia de escala. Isto ocorreu primeiramente na Europa e depois nos E.U.A. Na segunda grande guerra, a General Eletric desenvolveu os turbocompressores para aplicação em aviões militares, dando ao sistema o status de importante recurso para a aviação de guerra. Atualmente, os turbos são utilizados em automóveis, caminhões, ônibus, equipamentos de agricultura, embarcações, aeronaves e têm muitas outras aplicações para transformação de energia.

Até há pouco tempo, a estrutura utilizada em carros turbo alimentados dificultava seu funcionamento em baixas rotações além da partida a frio. Isso porque o sistema utilizado era instalar o carburador na admissão da turbina, dificultando a passagem de combustível no momento da partida do motor e inviabilizando sua instalação para uso nas ruas. Para sanar este problema, foram feitas novas adaptações. Assim, o carburador passou a ser instalado após a turbina sanando o problema e permitindo o aumento da procura pela instalação de turbos.

 

Vantagens do Turbo Compressor

As vantagens da preparação que se utiliza de turbocompressores ficam por conta do aumento do torque disponível e do grande aumento de potência produzido pelo turbo. Outra vantagem do turbo é que torque e potência máximos são obtidos em regimes próximos aos do motor original, ao contrário da preparação aspirada.

A preparação turbo é indicada principalmente em motores de baixa cilindrada, como os de 1.000 cm3, pois eleva o torque disponível em praticamente todos os regimes, desde que a turbina utilizada tenha sido corretamente escolhida para este fim. Turbinas muito grandes fazem com que seu funcionamento efetivo seja sentido em rotações mais altas, enquanto as menores entram em ação mais cedo: neste caso o motor se comporta como se tivesse maior cilindrada, sobretudo por causa do torque disponível em baixos giros.

 

Como Funciona e Como é instalado o Turbocompressor

O turbocompressor pode ser instalado na maioria dos veículos (há raras exceções), podem ter sua pressão variando entre 0,5 e 0,7 bar (recomendado para carros de rua que tem uso rotineiro) e de 1,5 até 3,0 bar de pressão (preparação “andadera”) para carros que possuem uma preparação boa para suportar toda essa “cavalaria”. Normalmente são carros que já possuem cilindrada maior ou que já possuem outras preparações.

A Turbina(caracol)

O turbo é um recurso que pode ser usado para tirar proveito de uma energia que seria desperdiçada. É um engano comum achar que a metade de escape do turbo (metade quente) é acionada unicamente pela energia cinética da exaustão batendo contra ele (como segurar um cata-vento de criança atrás do cano de descarga). Mesmo que a energia cinética do fluxo do escapamento realmente contribua para o trabalho do turbo, a grande maioria da energia transferida vem de uma fonte diferente. Tenha em mente a relação entre calor, volume e pressão quando falamos de gases. Alto calor, alta pressão, e baixo volume são todos estados de alta energia ; já baixo calor, baixa pressão, e grande volume são estados de baixa energia . Então nosso pulso de exaustão de gás sai do cilindro em alta temperatura e alta pressão. Ele se mistura aos outros pulsos de exaustão e chega na entrada do turbo – um espaço muito pequeno. Neste ponto, temos altíssima pressão e altíssimo calor, portanto nosso gás tem um altíssimo nível de energia. Quando ele passa pelo difusor e para dentro do corpo da turbina, vai de um lugar apertado para um lugar espaçoso. Assim, ele se expande, esfria, desacelera e libera toda a energia contra as pás da turbina, fazendo-a rodar. Pronto! Acabamos de recuperar alguma energia do calor do escapamento, que de outra forma teria sido perdida. Este é um efeito mensurável: coloque um termômetro na entrada e saída do turbo e você verá a tremenda diferença na temperatura. Mas o que isto significa de verdade? A princípio, a quantidade de trabalho que pode ser realizado através de uma turbina de escapamento é determinada pela diferença de pressão na entrada e saída (aumente a pressão na entrada do turbo, diminua a pressão na saída, ou faça os dois, e você tem mais potência). Pressão é calor, calor é pressão. Aumentar a pressão na entrada é possível, mas difícil. Diminuir a pressão na saída é fácil – simplesmente coloque um escapamento maior, sem resistências. É comum ouvir de pessoas que instalaram em seus veículos escapamentos esportivos o seguinte comentário: “meu turbo acelera mais rápido agora”. Sim, isto porque baixando a pressão na saída, você aumenta a diferença de pressão e então o gás poderá expandir-se mais gerando mais energia. Esta energia gira as pás do turbo mais rapidamente. Não pense então que quem troca o escapamento de um carro o faz pelo barulho. Existem escapamentos esportivos tão silenciosos quanto o original. Só são menos restritivos.

Falamos sobre o “lado quente”, do escapamento. Mas o turbo possui também um “lado frio”, o lado do compressor. Vimos o que é um turbo, como a turbina do escapamento (lado quente) funciona, e agora nos voltamos para o lado do compressor do turbo. Se você conseguiu produzir trabalho a partir da expansão de um gás via turbina, pode-se imaginar que você pode comprimir um gás acionando o eixo da turbina com uma fonte de energia. Em outras palavras, o lado compressor é simplesmente o lado da turbina rodando invertido. Exatamente as mesmas leis se aplicam aí, só que agora ao contrário: pegamos um gás de baixa pressão, baixa temperatura trabalhamos sobre ele com as pás do compressor, e obtemos um gás de alta pressão, alta temperatura. Este aumento de temperatura é indesejado e vai nos trazer problemas mais tarde, mas logo falaremos sobre isso (Intercooler). Apesar do lado da turbina e o lado do compressor serem essencialmente semelhantes, eles não são exatamente iguais, e o motivo disso está relacionado à química da combustão. Um determinado volume de ar vai queimar uma exata quantidade de combustível, numa proporção de ar:combustível de aprox. 14:1. O volume de exaustão produzido é muito maior do que o volume de ar usado para criá-lo e a pressão resultante é muito maior do que a pressão de entrada poderá ser; por isso o desenho da roda e compartimento são completamente diferentes. O que nos leva ao projeto da turbina/compressor.As turbinas são impressionantes. Elas são leves, e MUITO eficientes, mas tendem a sofrer com variações de RPM. Assim, uma turbina/compressor é muito eficiente numa certa capacidade de RPM/fluxo, mas se você varia demais o RPM do eixo, a eficiência diminui. Acelere demais, e as lâminas da turbina cavitam e sofrem um “stall” aerodinâmico; resultado: o fluxo cai. Muito devagar, as lâminas não estão “mordendo” ar suficiente e o fluxo também cai. Veja este exemplo. O Tanque M1A1 Abrams pesa perto de 55 toneladas, muitas das quais em blindagem. (Aço e Urânio) Ele possui um motor turbo que produz 1800 HP medidos nas rodas… hmmm, esteiras, o que é suficiente para mover o monstro a uns 120 Km/h . A turbina é fantasticamente pequena, e pesa entre 150 a 200 Kg . Comparada ao peso do tanque, parece nem existir. Entretanto, o desenho da turbina foi otimizado para trabalhar em “PNF” (“Pé No Fundo”): Com PNF, a turbina tem consumo de gasolina equivalente a um diesel na mesma potência, mas na lenta, a eficiência da turbina cai ao ponto de o consumo (por minuto de funcionamento) ser **maior** na lenta do que com PNF!!! As turbinas são fantásticos geradores de potência para veículos que funcionam num RPM constante todo tempo – como tanques, barcos, aviões, IndyCarss, etc. Para veículos que freqüentemente variam de rotação, elas exigem alguns acessórios, descritos mais adiante (BOV, Wastegate). Isto também explica porque o turbo do Mitsubishi Eclipse 2G tem o diâmetro menor do que os 1G. Foi recalculado para acelerar a ventoinha mais rapidamente, atingindo a rotação (e pressão) de trabalho mais cedo (acreditando-se que o turbo será usado na faixa de giro do motor de 2000 a 4500 RPM). Se você pretende usar o turbo numa faixa mais alta, digamos entre 2000 e 5300, o turbo maior do 1G estará melhor dimensionado. Isto falando do giro ideal, pois é óbvio que mesmo acima desta faixa o turbo ainda está ajudando.

Intercooler

Uma dúvida muito freqüente se refere à utilização do intercooler e ou aftercooler. Aí vão algumas dicas e instruções. O intercooler é usado antes da turbina e o aftercooler é usado entre a turbina e o coletor de admissão. Os inter/aftercooler devem ser usados em motores turbo de alto desempenho, mas para motores com pressões até 0,8 quilo, principalmente a álcool, é um luxo desnecessário, porque o ar não aquece tanto assim (você pode fazer esta medição).

Um bom inter/aftercooler deve baixar a temperatura do ar em pelo menos 20 graus centígrados, e sua eficiência na pressão de trabalho é medida colocando-se um medidor diferencial entre entrada e saída, ou um medidor de pressão na entrada e outro na saída: essa diferença de pressões deveria ser zero, mas é muito difícil chegar nesta condição.

Válvulas Wastegate

Trata-se da válvula responsável pelo controle de pressão da turbina e existem 4 tipos de válvulas wastegaste.

Quando a pressão é alta demais, essa válvula direciona parte dos gases de escape para fora da turbina, reduzindo a velocidade do rotor. Algumas turbinas já trazem essa válvula acoplada.

VLWGC02 (3)

Blow off

A válvula Blow off evita que alguns componentes sejam forçados com a pressão do turbo. Sem essa válvula, quando a borboleta do carburador ou a injeção se fecha, o ar produzido pela turbina não tem pra onde ir, forçando o eixo do carburador ou o corpo da injeção. Com a blow-off instalada, o ar que anteriormente causava danos vaza,eliminando o problema.

VLBOXF15_(2) E

Válvula de Prioridade

Tem a mesma função da blow-off, porém produz o som cracterístico do motores turbo convertidos: o “espirro”. É a preferida pelos que  gostam de “espirrar” nas trocas de marcha. Fica geralmente instalada na tampa de pressurização.

VLPRD01_1

Válvula Pop Off

Essa é uma válvula de alivio diferente da wastegate : quando ela abre, limita a pressão da turbina.

VLPOP02_1

O coletor

O coletor do turbo deve ter uma geometria adequada. Revestir o coletor de escapamento, a parte quente do turbo e a parte inicial do escapamento em manta de amianto ajuda também a manter o cofre do motor e a parte fria do turbo — o compressor – com temperatura mais baixa.

TMA05 (1)

Perguntas frequentes sobre Turbo

Todo carro pode receber um kit de turbo?

Sim. Salvo raras exceções, qualquer veículo pode ser turbinado. Os kits turbo contam com um coletor de escapamento que é feito sob medida, respeitando todos os outros componentes do motor, como alternador, compressor de ar condicionado, entre outros. Não há restrições quanto a injeção eletrônica de combustível.

Qual a durabilidade de um motor turbinado?

Se a estrutura do motor for respeitada e a pressão utilizada for compatível (entre 0,4 e 0,6 bar mantendo-se o combustível original) a vida útil não é alterada e o risco de quebra está afastado. É importante lembrar que o motor tem a mesma durabilidade de um motor naturalmente aspirado, que consiste em: uso, manutenção e combustível de boa qualidade. Existem relatos de veículos que rodaram mais de 100.000km com turbo, e rodam até hoje. O maior responsável pela durabilidade de um motor turbinado é o usuário.

É preciso abrir o motor ou trocar o combustível original para turbinar um carro?

Não é necessário abrir o motor nem trocar o combustível original para turbinar um carro. Este procedimento só é necessário, na grande maioria dos motores, quando a pressão do turbo excede a 0,5 bar.

Qual é a pressão ideal para se utilizar no turbo e qual é o ganho de potência?

A pressão ideal e recomendada para a maioria dos motores é de 0,5 bar que proporciona em torno de 50% a mais de potência.

Existe seguro para carros turbo?

Sim. Veículos com turbo adaptados podem estar cobertos sem restrições. Existem companhias que aceitam esse tipo de seguro. Um bom corretor de seguros pode resolver isso.

A instalação de turbo é proibida por lei?

A lei proíbe a instalação de equipamentos e acessórios que alterem as características técnicas do veículo e o turbo, desde que utilize o combustível original e atenda às Leis de Emissões de Poluentes e de Segurança, pode ser legalizado junto ao DETRAN. Para tanto, são necessárias as Notas Fiscais de Instalação e as Notas Fiscais do Kit Turbo.

Lego – Brincadeira de gente grande

Não importa sua idade, se é do sexo feminino ou masculino, você já teve ou sonhou em ter um Lego. Muito mais que um brinquedo, o Lego é na verdade um sistema que permite infinitas combinações de montagem, o que faz com que nunca esteja desatualizado ou fora de moda. Prova disso é que a empresa tem nada menos que 81 anos de existência (surgiu na Dinamarca em 1934) e é considerada uma das marcas mais poderosas do mundo.

Existem fanáticos pelo brinquedo de gente grande que se dedicam a customizar o produto e dar vida a verdadeiras obras de arte em pequena escala. Um desses caras é Calin Bors, um artista que já construiu inúmeros carros que não devem nada para miniaturas de metal. Confira abaixo algumas das criações do cara:

Várias versões do Batmóvel:

6489970823_1fd8c94873_z

6911347894_3bcc8408b5_z
7125951647_d38f13f2c2_z

7151173003_f24cf6e4d1_z

7164500300_1e4ae0b508_z

7369648720_d70d96fc8f_z

7643041580_cf8b703619_z

10962798936_5b2fdae0e8_z

Charada:

10790628304_1e9c009603_z

Mad Max:

9356397177_8f15ee6c70_z

10683060143_17be59eb3f_z

10764811473_827b23231f_z

17452842688_106ec6523f_z

Skyline (primeiras gerações):

13900860122_1d2c028cd1_z

13954214121_cfdaea450d_z

13960041583_b58daf0526_z

Datsun 270Z:

17184946917_b3ea58c90b_z

17385716505_9e35f20374_z

BMW 2002 turbo:

9366869738_1ac4965cc7_z

9349550346_0303073633_z

Caminhões:

7826115186_1616baabde_z

Policia:

9695714423_36a70da4c7_z

10609754894_5b7f19de8b_z

10609729895_67c824f716_z

Apollo Lunar Rover:

12389968453_1f7b2fc902_z

Rats & Hot rods:

8050091798_c27e3d7f09_z

9315689667_c69509b809_z
9648898651_ca801f250a_z

9649931707_2dfe0030e2_z

7117227647_6d3216b483_z

9732752441_9dfd7b7601_z

10071618523_ffa4aaf169_z

10343560105_d9a5c9efd4_z

15953712277_57f7d98bb9_z

16039098046_0fbe8d2a0d_z

15879107927_6de5e8dc75_z

16059392026_6e12885d0b_z

16060803389_a5859772c6_z

16169021991_0a0c17c26b_z

Para conferir mais trabalhos de Calin acesse: https://www.flickr.com/photos/_tiler/albums