Turbinas roletadas

Para entendermos melhor como funcionam os turbo compressores, antes é necessário compreender o conceito de um motor a combustão interna. De forma simplificada, os motores ciclo otto transformam energia térmica em energia mecânica através da explosão que acontece nas câmaras de combustão quando ocorre o contato do combustível com o oxigênio e a faísca da vela. Basicamente se você deseja obter mais potência, precisa de mais combustível, que se obtém através de um sistema de alimentação especial, já o ar pode ser obtido através de algum tipo de sobre alimentação, sendo o mais comum os turbo compressores.

O turbo compressor funciona da seguinte forma: o primeiro rotor (da carcaça quente) é impulsionado pelos gases do escape antes de serem jogados na atmosfera. A força gerada é então transmitida pelo eixo para o rotor do compressor na carcaça fria, que pressuriza o ar admitido da atmosfera para o motor.

Representação de um turbo compressor onde aparte verde é a carcaça fria, a cinza é a carcaça central, a vermelha é a carcaça quente e as partes em azul são os rotores e o eixo.

Ocorre que para que o turbo comece a gerar pressão positiva é necessário vencer a inercia do conjunto rotativo, que é maior conforme aumenta o tamanho da turbina e rotor. Esse atraso na resposta do turbo é conhecido como turbo lag,

Uma das tecnologias criadas que ajudam a amenizar o turbo lag são turbinas que utilizam rolamentos no lugar dos mancais flutuantes do eixo geralmente utilizados. Além disso, as turbinas roletadas dispõem, entre outras coisas, de uma construção dos rotores com materiais nobres, que trazem maior leveza e maior durabilidade. Com estas tecnologias de construção é possível fazer a utilização de turbinas e rotores relativamente grandes sem perder agilidade em baixas rotações (lag), com uma subida de pressão bastante rápida, como se fosse utilizada uma turbina pequena, mas sem a desvantagem da perda desempenho em altas rotações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *